5 de maio de 2016

História da Moda: Pré História

No período Paleolítico as roupas eram feitas de pele de animais e mastigadas para amolecer e não prejudicar os movimentos dos homens que iam à caça. Ainda hoje, os esquimós utilizam essa técnica. A alternativa para essa prática era molhar o couro e sovar. Quando incorporaram óleos de animais, perceberam que eles mantinham a pele maleável por mais tempo. Posteriormente, descobriram o ácido tânico, que vem da casca de árvores (carvalho e salgueiro), e passaram a curtir o couro com ele, tornando permanentemente as roupas maleáveis. As primeiras agulhas são dessa época, feitas de marfim de mamute, ossos de rena e presas de leão. 


Há probabilidade de a Indústria Têxtil ter nascido na época do Neolítico. As vestimentas começaram a se adaptar às necessidades humanas. Surge o sarongue, um pequeno retângulo colocado na cintura, como uma saia. As cavas e os decotes tiveram origem aqui, pois as peles colocadas no ombro limitavam os movimentos, logo, foi criada uma adaptação para elas.


Na Idade dos Metais, último período pré-histórico, o cobre, o bronze e o ferro são produzidos. Foram fabricados objetos de ferro, como espadas e lanças, e escudos de bronze. Os adornos começaram a aparecer nessa época. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário