19 de março de 2017

Antes e depois de alguns ídolos dos anos 2000

Quem não era emo nos anos 2000, não é mesmo? Já podemos admitir, isso já faz parte de um passado de mais de dez anos! Já chegou a hora da gente fazer valer aquela comunidade do Orkut “e eu, que fui emo?”. O tom desse post vai ser bem informal porque se você, como eu, viveu os anos 2000 nessa onda do emo, conhece muito bem todas as pessoas aqui citadas (e mesmo que você não tenha sido emo, deve conhecer também).

Vamos começar pelos moços do Shut Up, a banda Simple Plan. Pierre Bouvier, o vocalista, dormiu no formol esse tempo todo e continua com a mesma carinha jovem (não que ele seja velho!). A diferença é que hoje em dia, em vez de namorado, ele é marido de Lachelle Farrar. E tem duas filhinhas tão fofas que chega a doer. ♥ 
Não resisti e tive que colocar foto das filhinhas maravilindas do Pierre.

David Desrosiers, meu ídolo supremo daquela época, largou seu cabelinho emo de lado e hoje está uma pessoa totalmente normal. Alguma coisa nele me lembrou do Bono Vox, mas não sei porquê.




Seb Lefebvre continua um homão da porra. Jeff Stinco continua sem cabelo. Já Chuck Comeau está com menos cabelo (e entradinhas mais aparentes). E Patrick Langlois, o sexto membro, tá bem melhor hoje em dia, como as fotos comprovam.

 


Passando para o Good Charlotte, os gêmeos Madden estão tão idênticos hoje em dia que não consigo mais diferenciá-los. O Joel permanece junto com Nicole Richie, outra ídola da época.






Pulando para os amorzinhos donos de Helena, My Chemical Romance, Gerard Way ainda tem o mesmo cabelo. Me permitindo totalmente julgar pelo instagram dele, virou bem nerd. Quero ser amiga dele.



O cobiçado Frank Iero faz shows com sua nova banda que nunca será MCR e se aproxima de um ser humano igual a todos os outros, com exceção do cabelo, que continua meio diferentão.




McFly, os ingleses donos do meu coração (depois dos Beatles, claro), não tiveram mudanças drásticas. Tom emagreceu mais, está casadíssimo com a Gio maravilhosa e tem dois babies com ela. Ele faz vídeos incríveis e viralizou com seu primeiro filho há algum tempo.


Danny Jones finalmente sossegou o facho e casou com a Georgia. Falando em finalmente se casou, Harry e Izzy também passaram a união para o papel e tiveram um filho juntos. Dougie... bem, Dougie continua solteiro e está a cara de Kurt Cobain.






Brendon Urie do Panic! At the Disco conseguiu ficar mais bonito. O tempo faz muito bem para algumas pessoas, precisamos admitir.



Falando no Panic!, lembrei inevitavelmente do Fall Out Boy e do vocalista Patrick Stump. Ele emagreceu tanto que nem reconheci quando o revi pela primeira vez. Não entendo todos esses gordinhos lindos da música emagrecendo. O corte de cabelo melhorou muito, convenhamos.




Bert McCracken do The Used é uma pessoa estranha sem instagram. Se levarmos em conta só o cabelo, podemos dizer que ele se transformou em outra pessoa.




Jared Leto, do 30 Seconds to Mars, depois de interpretar o Coringa, deixou a barba crescer. Mas a gente entende, tá na moda parecer mendigão, tipo o Luan Santana aqui no Brasil.




Bônus ~~~~

Falando em mendigão, vocês já viram essa barba do M. Shadows do Avenged Sevenfold? Não posso falar muito da diferença deles de hoje em dia para os anos 2000, porque nunca deixei de acompanha-los e eles são minha banda preferida desde meados da década passada. Mas ainda bem que aqui temos um ser que engordou, em vez de emagrecer: Zacky Porpeta Vengeance. Johnny Christ é outro que tinha adotado a linha mendigão nas sessões de estúdio de The Stage, mas já voltou ao seu normal (thanks, God!). No meio dessa barba toda tinha meio metro de pessoa, gente!








E Synyster Gates, embora tenha envelhecido visivelmente, continua sendo o ser mais incrível e lindo do universo (agora que já sabemos como os ETs se parecem, podemos afirmar isso). Aliás, logo logo teremos uma versão mini dele, porque Michelle DiBenedetto, sua esposa, está grávida. Vale lembrar que ela é gêmea da mulher do Shadows, que já tem duas crianças maravilhosas juntos.





Shadows com sua mulher Valary DiBenedetto e seus dois filhos fofos! Num futuro distante eles podiam se casar com as filhas do Pierre, né?






E se é prafalar sobre bandas que nunca deixei de acompanhar, lembrei de mais um maravilhoso que engordou em vez de emagrecer, David Draiman uh ah ah ah ah, oh, oh, do Disturbed. Vou fazer a Gloria Pires e dizer que “não posso opinar” sobre John Moyer, desconfio que ele também tenha dormido no formol. Já sobre Dan Donegan e Mike Wengren eu posso falar que cortaram os respectivos cabelos. Obviamente, todos eles envelheceram desde o início dos anos 2000 até agora, assim como todos nós que os conhecemos naquela época. Mas os anos passaram e passaram e eu ainda amo Disturbed e Avenged Sevenfold. Comecei a ouví-los há cerca de 12 anos e são os únicos que levo até hoje comigo (E aposto que vou levar pro resto da vida). PS.: Tá, confesso que ainda ouço McFly.





Um comentário:

  1. Aaaaah, McFly dono do meu coração também! Amo como todos eles amadureceram e como o tempo só favoreceu cada um.


    Relíquias da Lara

    ResponderExcluir