29 de maio de 2014

Meus 10 personagens (homens) preferidos

1. Alex DeLarge, de Laranja Mecânica
Primeiríssimo lugar vai para o melhor personagem de todos os tempos, da melhor história, do melhor livro, do melhor filme, blá blá blá. Alex é O cara! Tá, ele é mau, mas sabe no que eu acredito? TODO MUNDO tem um pedaço ruim dentro de si que, por causa da moral e das leis não se permite mostrar. E por isso acabamos assistindo filmes violentos/de terror/ maléficos, para nos projetar em algumas partes, ainda que mínimas. Não que dentro de mim eu tenha alguém tão ruim feito o Alex. Jamais espancaria um idoso e sou extremamente contra o estupro, até mesmo contra cantadas na rua. Mas gosto da interpretação de Malcolm McDowell para o personagem e da maneira como Alex é ruim, depois vira bonzinho e depois termina (no filme) sendo um manipulador. Ganha meu coração disparadamente dos demais! 

2. Fitzwilliam Darcy, de Orgulho e Preconceito
Esse mau-humor, esse egoísmo todo, esse orgulho transparecido... aí depois, ele se apaixona pela Elizabeth Bennet, aquela que um dia ele desprezou e faz de tudo para conquista-la, esquece o orgulho de lado e mostra quem realmente é e como é grande seu coração! *-*


3. Tate Langdon, de American Horror Story
Aí está outro vilão-não-tão-vilão-assim. Ele matou muitas pessoas quando era vivo, mas ele não lembra disso depois de morto. Aí que ele se apaixona por uma viva que vai habitar sua antiga casa e faz de tudo para protegê-la. Não tem como não amar o Tate. Aliás, Evan Peters pode ter mil personagens em American Horror Story, mas ele será eternamente Tate Langdon

4. Jon Snow, de Game of Thrones
Ele foi rejeitado pela rainha do Norte por ser o bastardo de Ned Stark. Foi morar na Muralha, fazer parte dos Patrulheiros da Noite e renunciou a tudo (mulheres, títulos, etc, etc). É f*dido nas batalhas e nunca tinha matado ninguém (aliás, ele era virgem até entrar para os Patrulheiros). Tão inocente, doce e rejeitado assim, como não amar?

5. Sam, de Benny e Joon
Artista, ama Chaplin, faz pantomima como ninguém, interpretado por Johnny Depp. Se apaixona por uma moça com doença mental e faz de tudo para ficar com ela e fazê-la feliz, mesmo que tenha que lutar contra o irmão da mesma para isso. Precisa de mais motivos?

6. Dean Winchester, de Supernatural
Foi esse personagem que me fez gostar tanto de Jensen Ackles. É todo o jeito do personagem que me cativou. Confesso que deixei de assistir Supernatural, mas sempre que vejo passando na TV dou uma paradinha no canal pra admirar. 


7. Emmett Cullen, da saga Crepúsculo (éééé, me julguem)
Não entendo COMO escolheram aquele bostão do Cedric Robert Pattinson pra ser o cara mais lindo do mundo com Kellan Lutz alí por perto, que convenhamos, é muito mais bonito (e talentoso) que ele. Mas tudo bem, sempre preferi Emmett-Rosalie como casal, com o humor deles, o jeito deles, enfim, do que os sem sal Edward-Bella (outra péssima atriz: Kristen Stewart. A mesma expressão sempre, em todos os seus papeis. Sem sal total. Completamente sonsa).

8. Rajesh Koothrappali, de The Big Bang Theory
Aaaaah esse sotaque indiano! Aquele jeitinho vergonhoso que não falava com mulheres me conquistou na primeira temporada e... que Sheldon Cooper que nada, o melhor em TBBT é o Raj, ponto!


9. David Abbott, de E Se Fosse Verdade
Mas um cara que se apaixona por uma Elizabeth. História de amor dessas açucaradas, perfeita pra Sessão da Tarde, mas não tem como não amar o David, interpretado por Mark Ruffalo (PS1: olha que eu detesto filme com espiritismo no meio. PS2: melhor Hulk ever!).


10. Dominic Toretto, de Velozes e Furiosos
Podem me julgar novamente, mas em mais um filme eu fico do lado de um bad boy. Vin Diesel é todo perfeito nesse papel e o personagem é extremamente foda competindo naqueles carros. Para mim, Dominic sempre foi o melhor de Velozes e Furiosos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário