17 de fevereiro de 2014

Nostalgia tecnológica




Sou da época que criança não tinha celular e muito poucas possuíam computador. Mesmo com um computador em mãos, o mais legal que se podia fazer nele era desenhar no Paint ou jogar Paciência, Copa, FreeCell e  Campo Minado. Lembro que minha irmã tinha um jogo da memória instalado no computador dela e minha felicidade era jogar aquilo. Mais tarde passei a comprar aquelas caixas gigantes que vinham com apenas um CD-ROM contendo um jogo dentro. Eu também comprava aquelas revistas que vinham com jogos, mas poucos rodavam no meu pc antigo.           

Quando, em 1996, a internet explodiu, eu tinha apenas 5 anos. Continuei mais um tempo sem conhecer esse imensa rede. Quando fui apresentada a ela, tinha que esperar até meia-noite para usar gratuitamente, através da linha do telefone. A internet discada foi a coisa mais sensacional que aconteceu na minha infância! Era mágico acessar sites como o da Xuxa, por exemplo. Lembro que eu salvava para poder acessar off-line o site www.dolls.com.br, para durante o dia poder ficar montando as bonequinhas.

Sou daquela época que antecede o MSN. A coisa mais legal era poder bater papo com o ICQ! Blogs eram feitos no Blig, serviço da IG...

Eu fui de uma época onde TV a cabo era luxo, só os mais endinheirados tinham (ou os mais espertos, pra puxar um “gato” do vizinho). Da época em que TVZ da Multishow e os tantos “tops” musicais da MTV eram as coisas mais legais e descoladas da face da terra. 
Aí hoje, quando acordo e corro pro computador checar Facebook e passo tempo demais online para upar meus jogos, percebo que realmente aquele clichê de que desperdiçamos parte de nossa vida pelas tecnologias é verdadeiro. Hoje em dia falta a emoção do som da internet discada conectando. Não dá mais nem pra sofrer pelo baixo sinal de internet, com a invenção de tantos planos potentes e acessíveis. Estou tão mal acostumada que minha TV tem inúmeros canais e mesmo assim eu tenho a capacidade de não conseguir encontrar nada pra assistir. Vivo reclamando que deveríamos fechar mais pacotes de TV. Aliás, pacotes pra que? Em épocas de Torrent, a falta de filmes, séries, shows, álbuns não é mais um problema. Aliás, nem sei como me lembro que eu juntava moedinhas para ir a locadora quando eu era criança... parece que faz séculos!

E pode parecer mentira, mas deu uma saudade boa da época em que tudo era mais difícil e emocionante... hoje transportamos a tal da internet através de celulares incríveis que são muito melhores do que o meu computador imenso de quando eu tinha 5 anos. Logo menos notebook vai ser coisa super ultrapassada e todo mundo só vai usar tablet, ou sabe-se lá mais o que vão inventar... operadoras de celular só vão servir pra vender sinal de rede. Tá tudo ficando tão fácil que divertir-se passou a ser uma tarefa difícil. Fácil demais se entediar com tanta tecnologia, mesmo que exista um mundo inteiro ainda na web para se descobrir!

Nenhum comentário: