12 de janeiro de 2012

Mais que etiqueta: RESPEITO!

Deixei para um segundo post outras duas dicas dadas por Gloria Kalil em Alô, Chics! que eu considero importantes. A primeira é sobre ar-condicionado. Vale um ctrl+c, ctrl+v direto dessa parte (com enfoque do que eu considero muito importante):

"1- Quem acha que ar condicionado do escritório está muito frio deveria perguntar primeiro aos outros se também estão achando, antes de sair esbravejando e pedindo para desligar ou aumentar a temperatura.
2- Friorentos, defendam-se levando um casaquinho, um xale, e até mesmo uma meia para deixar na gaveta da mesa. Se o ar dá direto na cabeça de vocês, desloquem a mesa e não reclamem: o bem-estar comum prevalece sobre o individual.
3- No escritório, o ar-condicionado tem de ser regulado de acordo com a necessidade dos que sentam no “fundão” e que estão passando calor. Contra o frio a gente tem recursos. Mas contra o calor não há salvação."
(páginas 42 e 43, Alô Chics - Gloria Kalil, 2007)

Não só no escritório, as regras sobre ar-condicionado valem também para os cômodos da casa e para a faculdade... haha!

Fungadores de plantão
Aí tem sempre aquela pessoa que não sabe controlar seus impulsos de ficar fungando (só de falar já dá nojinho) do lado dos outros. Filho, pede licença e vai ao banheiro resolver seu probleminha!

“Nada pode ser mais desagradável do que se sentar ao lado de um fungador num lugar público, principalmente se for num avião, ou numa situação em que não dá nem pra mudar de lugar. A pessoa acha normalíssimo ficar fungando em vez de usar lenço de papel, ou ir ao banheiro e assoar o nariz de uma vez por todas”.

“Por favor, pessoas fungadoras, saibam que seus ruídos são tão pouco civilizados como comer de boca aberta, cuspir no chão e outros comportamentos mal-educados”.
(página 63, Alô Chics - Gloria Kalil, 2007)

Eu acho que vale lembrar que assoar o nariz e fazer AQUELE barulhão perto dos outros também não é nada legal.

Da série: toques que sempre quis dar para alguém, mas... cadê coragem?

Nenhum comentário:

Postar um comentário