26 de junho de 2009

Morre aos 50 anos Michael Jackson - LUTO

Quando eu era muito pequena (uns 3 anos), meus pais tinham um bar e, certo dia, eu ganhei dos fornecedores de bebidas um copo branco com a Madonna. Foi aí que eu fui apresentada ao pop. Um pouco mais tarde, minha mãe me contou sobre Michael Jackson, o Rei do Pop. Eu conheci algumas músicas, que eu cantava num inglês totalmente errado. Eu via ele pela TV e me encantava. Eu cresci... nunca virei aqueeeeeela fã de nenhum dos dois, mas sempre me atualizava da vida de ambos. Sempre ouvia suas músicas com admiração. E, hoje falando especialmente sobre Michael Jackson, nunca pude deixar de notar tamanho talento pra música, pra dança (e viva o moonwalker!), pra atuação. Também nunca pude deixar de sonhar com os clipes, de sorrir com as partes boas de sua história e de sofrer com as negativas. Sempre achei que ele estava onde devia estar: no topo. E lamentei o sumiço dele da mídia, por tanto tempo. E hoje, ao assistir MTV na Rua, juro que pensei que a (olha a intimidade) estava brincando ao dizer que ele havia sofrido uma parada cardíaca.
Depois, vendo as notícias, me assustei, e desejava que realmente fosse mentira. Quando veio a confirmação de que Michael Jackson, aquele menino que começou muito cedo sua carreira com seus irmãos, no The Jackson Five, e que depois conquistou a fama e o mundo sozinho, tinha vindo à falecer, fiquei chocada. Deixei derramar algumas lágrimas, por mais cafona que parecesse, pois na hora eu realmente não me importei.
Tenho minhas teorias para tudo o que aconteceu com ele (a mudança da cor de sua pele, as cirurgias, que apenas algumas foram confirmadas - talvez auto-mutilações, o caso de "pendurar" o filho na janela por alguns segundos, entre outras polêmicas), mas não pretendo comentá-las aqui. Ele sofreu durante a vida dele, teve uma certa rejeição da própria família de início. Lhe faltava amor-próprio. Mas é isso, não basta ser amado (pois o mundo inteiro o amava), ele é a prova de que precisamos NOS AMAR primeiro.

Eu sei que pra muitos, ele sempre será lembrado por Thriller (a música e o clipe, não o albúm). Mas eu tenho uma grande queda por Black or White (deve ser influência do clipe também). Claro que não tem como escolher um clipe preferido, porque nessa parte, a genealidade de seus clipes são explêndidas. Tão incomparáveis!
Procurei algum vídeo melhor pra colocar aqui, mas sabe... quase nenhum está disponível pra incorporação no YouTube (mas vocês podem dar uma passadinha lá pra conferir). E eu estou sem tempo pra baixar e upar aqui. Então fiquem com esse, com imagens do Michael no Brasil (quando ele gravou o clipe de They Don't Care About Us):


Michael deixous 50 shows para serem feitos na Inglaterra (aaah, minha Inglaterra :/), onde o primeiro tinha sido adiado (do dia 8 de julho para o dia 13). Todos os ingressos já haviam se esgotado. Abaixo, uma foto tirada no dia 6 de maio de 2009, quando ele ensaiava com o grupo de dança de Londres:
Para maiores informações, cliquem aqui ou aqui. Michael será o eterno Rei do Pop... foi, sem dúvidas, essencial pra música. Adeus Michael :(

8 comentários:

Grááh disse...

"Eu sei que pra muitos, ele sempre será lembrado por Thriller (a música e o clipe, não o albúm)"

Lógico que pelo albúm também. Me expressei mal. Mas eu queria falar, nesse momento, apenas da música e do clipe :B uehueheuheuheuehue

Aff, nem escrever direito eu tô conseguindo... é o sono... tô indo dormir... é que o assunto tá quente na minha cabeça. Triste, fato.

W. Fernandes disse...

Olá!
realmente, um perda para o mundo. A humanidade diminiu em algumas centenas de pessoas... para mim ele ja´estava mumificado (tenho apenas os albúns de inicio de carreira), agora só descança, enfim, após 45 anos de show-bis. A roda-viva parou de girar.

Bjão e prazem em conhece-lá!

Sara disse...

MJ morreu.
Mas é a lei da vida.
Nasce, Cresce, Reproduz (isso nem todos) e morrem.

° º Cristiane° º disse...

Eh ele fez parte da minha infancia, os anos 80/90 'acabou' ... passando a reportagem dele em tds os lugares, eu sento em frente da Tv e choro. Adeus Michael. Valeu por ter feito parte da minha vida.
Ah meu blog: http://fanzinedavida.blogger.com.br

Obrigada pela visita. Volte sempre. Bjs

Luci. disse...

Olá, belo blog.

De fato, notícia triste, o cara marcou mesmo minha infância, Smooth Criminal, aquela do filme do Moonwalker era minha favorita!

Bruno e Joyce disse...

Um artista genial que entrou para a história da música, da boa música.

Edilene disse...

Coitado dele, não trocava minha vida pelo dinheiro dele NUNCA.

Infelizmente um grande homem, nasceu em uma familia totalmente desestruturada.

Acho que se o Pai dele não fosse não loko por dinheiro, muita coisa na vida do Michael poderia ter sido evitada.

Naa disse...

Eu nunca fui muito fã do Michael ou tive qualquer adimiracão. As únicas coisas que sempre soube, foram as que ele é o rei do pop, da danca e muitos artistas fodas já gravaram muitas músicas com ele (esses artistas, que EU gosto!) hhehe =)

que seja o eterno rei do pop :)
beijoos

VOCÊ JÁ TEVE UMA JULY TAMBÉEEM *morri* *-------*